Latest · January 21, 2022 0

LG G6: um mês depois

Quando um novo telefone é lançado, especialmente um telefone principal como o LG G6, há muita fanfarra na frente. Toneladas de comentários são postados quando o embargo é levantado, mas depois disso, você não ouve muito sobre o dispositivo. A indústria rapidamente passa para a próxima novidade. Isso não é justo para as pessoas que compram um telefone e ficam com ele por dois anos. Como um telefone envelhece ao longo do tempo é importante para muitas pessoas.

Faz cerca de um mês desde que publiquei minha análise do LG G6, e estou usando o G6 como meu telefone diário há quase seis semanas. Agora que o hype inicial acabou, posso compartilhar alguns pensamentos de longo prazo sobre o dispositivo. Como uma rápida atualização, aqui está a linha de fundo da minha revisão original.

Fico feliz em informar que minhas primeiras impressões ajudaram nas últimas seis semanas. Na verdade, provavelmente gosto mais do telefone agora do que em abril. Há uma razão muito grande para isso, mas vamos entrar nisso um pouco mais tarde.

A tela 18:9 continua ótima. Depois de usar o G6 e o Samsung Galaxy S8, sou completamente a favor de todos os telefones terem uma tela como essa. A barra de navegação não tira o precioso espaço da tela dos aplicativos. A tela alta, juntamente com as molduras superfinas, ainda é ótima. O G6 é um dos telefones mais confortáveis ​​que já usei.

Uma coisa que eu gostaria de ver é uma opção para expandir os vídeos para ocupar toda a tela 18:9. O Galaxy S8 tem um botão que aparece quando você reproduz um vídeo, incluindo o YouTube, para ocupar a tela inteira. Obviamente, isso corta parte do vídeo, mas é uma boa opção.

O design de vidro ainda é ótimo, especialmente depois de usar o Galaxy S8 de vidro. Por mais legais que pareçam as telas curvas, passei a preferir os painéis chatos do G6. A LG está usando o Gorilla Glass 3 no G6, enquanto alguns telefones têm o Gorilla Glass 5 mais recente. Já deixei cair o telefone várias vezes, sem uma capa, onde pensei com certeza que ia quebrar. Mas até agora tem se mantido sem um arranhão.

O desempenho era algo que muitas pessoas pensavam que seria um problema. Afinal, o G6 tem o Snapdragon 821 e o Galaxy S8 tem o Snapdragon 835. Assim como eu disse na análise original, o 821 ainda é mais do que capaz. Não tive problemas com lag ou falta de resposta. Tudo está tão rápido quanto no dia em que o recebi.

A câmera é algo que eu não amei na minha análise completa, mas passei a apreciá-la mais depois de compará-la com o Galaxy S8. A Samsung faz muitas coisas em segundo plano para mudar a aparência das fotos. A remoção de ruído é um grande desligamento para mim. Coisas como telas de janela e textura de tecido são interpretadas como “ruído” e acabam embaçadas.

Em comparação, a LG não faz muito com as fotos do G6. Não estou aqui para convencê-lo de que o jeito Samsung ou LG é melhor. Você pode preferir qualquer um. Eu tendo a preferir a aparência mais natural das fotos da LG. Também tenho encontrado mais motivos para usar a câmera grande angular.

A duração da bateria ainda é bastante medíocre, mas a boa notícia é que não piorou. Ainda consigo passar o dia sem me conectar. O aviso de 15% geralmente aparece por volta das 11 horas todas as noites. Se eu tiver planos de sair mais tarde, vou completar antes de sair.

Mencionei que gosto mais do G6 agora do que na minha análise original por causa de um grande motivo. Esse motivo é o Galaxy S8. Logo depois que minha análise foi publicada, coloquei minhas mãos no Galaxy S8. Não estou dizendo que o Galaxy S8 é um telefone ruim, mas me fez perceber o quão bom o G6 realmente é.

Há coisas sobre o Galaxy S8 que me incomodam. Coisas como o terrível scanner de impressão digital, a interface do usuário do TouchWiz, o botão Bixby, remoção de ruído da câmera, pop-ups constantes informando como fazer tudo, etc. O G6 também tem coisas irritantes. Ainda odeio que o Comfort View não possa ser ativado automaticamente do pôr do sol ao nascer do sol e ainda gostaria que tivesse uma tela AMOLED. Mas essas coisas não me incomodam tanto quanto os problemas do S8.

Um mês depois, ainda gosto muito do LG G6. Eu dei-lhe um 4.8/5 na minha revisão original. Algumas pessoas acharam que era uma pontuação muito alta, mas eu ainda mantenho isso. Na minha opinião, este é um telefone quase perfeito. Não é muito grande, a tela é ótima, o software não atrapalha, a câmera é boa, o desempenho não é um problema e a duração da bateria é decente. Você obtém todos os recursos extras que deseja: carregamento sem fio, slot para cartão microSD, scanner de impressão digital, impermeabilização, câmeras duplas e muito mais.

Aqui está a conclusão: eu tenho o LG G6 e o ​​Galaxy S8. Meu SIM está no G6. Eu poderia facilmente usar qualquer um, mas o G6 é o dispositivo que uso como meu driver diário. Esse é um dos maiores elogios que posso dar a um telefone.

| | |